LYRICS.AZ APPLICATION

Download from Apple Store
Download from Google Play

Víruz - Vizinho de Cima lyrics

[Intro: Víruz]
Aqui na Mina. É o Nerve
Eu Não a Ordem das Palavras Troco, motherfucka
Yeah, yeah, yeah, é o vizinho de cima
Vamos rebentar com esta merda toda

[Refrão: Nerve]
Quem é que hoje tem respeito pelo vizinho de cima?
Quem é que hoje está com pena do vizinho de cima?
Se estão com pena dele, então dirijam-se à saída
Mas, quem fica, fica a fazer estrondo para o vizinho de cima!
Quem é que hoje tem respeito pelo vizinho de cima?
Quem é que hoje está com pena do vizinho de cima?
Se estão com pena dele, então dirijam-se à saída
Mas quem fica, fica a fazer estrondo! Fazer estrondo!

[Verso 1: Nerve]
Quem é o gajo?
É capaz de ser o gajo que vai de casa para o emprego de carro
Irritado e ensonado a mandar vir com o trânsito
A tentar ter paciência que excede limites humanos;
E odeia a profissão
Está sentado a organizar a papelada enquanto atura bocas do patrão
Oito horas passam, chega a casa
Semana acaba mas nem agora o gajo descansa
Porque, agora, vai começar a noite para esta gente
A fazer buéda barulho no andar debaixo do dele
Paredes abanam e tão cedo isto não acaba
Tapa a cara com a almofada, grita «pára!», mas não pára!
E o beat hoje está mais alto que nas outras semanas!
Ele leu em qualquer lado que hoje ia tocar Halograma
Está com um drama, é um problema, temos pena
Mas façam o favor de fazer estrondo para o vizinho de cima!

[Refrão: Nerve]
Quem é que hoje tem respeito pelo vizinho de cima?
Quem é que hoje está com pena do vizinho de cima?
Se estão com pena dele, então dirijam-se à saída
Mas, quem fica, fica a fazer estrondo para o vizinho de cima!
Quem é que hoje tem respeito pelo vizinho de cima?
Quem é que hoje está com pena do vizinho de cima?
Se estão com pena dele, então dirijam-se à saída
Mas quem fica, fica a fazer estrondo! Fazer estrondo!

[Verso 2: Nerve]
[Lyrics from: https:/lyrics.az/viruz/-/vizinho-de-cima.html]
Quem é o gajo?
É capaz de ser o gajo que vai ligar para a bófia a fazer queixa
Descontrolado e esgotado, a mandar vir com a Câmara
Ele pede para fechar o spot do fim de semana
Temos pena. Ele tem uma vida complicada
Passa o noite toda a tentar estar confortável em casa, mas nada!
Eu não posso dar descanso!
Eu não posso dar descanso até ter a minha missão cumprida!
Eu podia respeitar os outros... Ya, podia
Podia deixar o homem dormir! Também podia
Podia não ser sacana e não ficar pela teoria
Mas, quando subo para este palco, sinto-me egoísta!
Vim para trazer aquele estilo nerd ridículo
Perguntar quem é o gajo mais sujo no recinto
Quem mete nojo ao público? Quem tem o estilo mais único?
Claro que tinha de ser o membro mais safado de Halo G, estúpido

[Refrão: Nerve]
Quem é que hoje tem respeito pelo vizinho de cima?
Quem é que hoje está com pena do vizinho de cima?
Se estão com pena dele, então dirijam-se à saída
Mas, quem fica, fica a fazer estrondo para o vizinho de cima!
Quem é que hoje tem respeito pelo vizinho de cima?
Quem é que hoje está com pena do vizinho de cima?
Se estão com pena dele, então dirijam-se à saída
Mas quem fica, fica a fazer estrondo! Fazer estrondo!

[Outro: Víruz]
Halograma shiiiit...

[Interlúdio]

[Verso: Nerve]
Tenho sono. Preciso de um comprimido
Já não consigo viver isto! Olha para mim a falar sozinho!
Sê bem vindo ao meu cubículo
Toma cuidado com as armadilhas e com buéda seres ridículos
Pesadelo infinito...
Eu faço a maratona com botas de cimento, sempre a tentar fugir disto, aos gritos
Oiço gritos, vivo um sonho
Vou trabalhar ressacado e mesmo acordado ressono!
Anti-depressivos! Dá-me dose para a semana!
Eu tomo tudo numa noite e continuo com o drama
Aquele barulho! Aquele barulho
Martela durante a noite e a noite nunca acaba, com Halograma...

Correct these Lyrics