LYRICS.AZ APPLICATION

Download from Apple Store
Download from Google Play

Víruz - A Ferro e Fogo lyrics

PRÓDIGO
Foi numa fracção de segundo...
Virei a vida do avesso, sucesso tem um preço
Rezava se tivesse um terço, quem tem fé que a segure
Não me iludo, ouve, praonde eu vou não há santo que me ajude
Gastei muita saúde a deambular em gatafunhos, altas
Horas da noite, formigueiros nos punhos
A escrever os meus versos... quase a dar o berro
Mais pálido que o Homem da Máscara de Ferro
Não nego, fui calão por associação
Levei mais um ano que o previsto pa ter o canudo na mão
Diversão, fiz a mixtape com o Simão, rodou sobre patins
Sistema Intravenoso? Jerónimo Martins
Críticos, pediram bis, eles queriam, mais mais
Tava mergulhado em tutoriais
A aprender a modelar ondas sonoras
A ampliar mili-segundos até ficar pitosga
Mas o que custa, é o tempo, vale dinheiro
Tantas horas gastas neste pardieiro
Alimentado a restos como um rafeiro
Todas as noites sem paixão no meu travesseiro
Prioridades?O que é que vem primeiro?k
O meu irmão pedia atenção, recusei-o
Tava errado, quem me ama tá habituado
Só posso dizer "Obrigado" como a Teresa Salgueiro

REFRÃO TAMIN:
Isto é quem eu sou. Eu não vou desistir, tantas metas por atingir
Mas, se o futuro é duro, faço o que for preciso

[Lyrics from: https:/lyrics.az/viruz/-/a-ferro-e-fogo.html]
VÍRUZ
Foram anos de inocência, paciência de Bonsai
A criar um sonho como o príncipe do Dubai
Um desejo de albino, sentir a luz que me atrai
Fiz um pacto com o destino escrito no monte Sinai
Queres ver a vida por trás da confiança?
Para a minha mãe sou criança que não cresce nem pensa
é uma história intensa, nem sabes a missa a metade
A verdade? O meu museu vale mais que o do Berardo
E a Chica sabe que sempre fui uma alma rara
Agora, ninguém me pára, velocidade de bala
Agora, ninguém me cala, perfeição de Mandala
Tive um tempo a fazer sala na casa onde ninguém se rala
Tocar à pala e dar concertos no Norte
Com o Fidbek no Hardclub com o Spot
Vou de Cascais a Faro passo em Évora claro
é raro ir abaixo, é muita energia em stock
Um toque de artista, 100 insultos, o Hiphop purista
Davam-me props numa entrevista
O bombista não cede e arrisca até ao último segundo, expludo
Tenho orgulho o meu passado faz barulho
Paixões, desilusões, atrasos nos estudos
Desaparecem cifrões, meios e fundos no fundo
Madrugadas, serões a navegar nesta canoa
O meu valor é incalculável como o espólio do Pessoa


REFRÃO TAMIN:
Isto é quem eu sou. Eu não vou desistir, tantas metas por atingir
Mas, se o futuro é duro, faço o que for preciso

Correct these Lyrics