LYRICS.AZ APPLICATION

Download from Apple Store
Download from Google Play

MC Xamã - The Caverna Cypher 2 lyrics

[Verso 1: Luã Gordo]
Só pra registrar que esse é um hit do Scooby Beat
Pique love, ganja, weed, papel e caneta bic
MC dando chilique, grita, mas não é ouvido
Diz que não vai se vender, porque jamais será vendido
Não tem, não tem
Disposição pra trocar, irmão
Não tem, não tem
Moral, mas quer falar
Então não me testa, meu verso é tiro na testa
De quem critica, mas não tem uma rima que presta
Desde 09 quebrando nas linhas
Contrariando estatística, aperfeiçoando minha lírica
Estilo um monge, tô melhor hoje do que ontem
Tomei um Engov e tô pronto pra outro porre, porra
Disposição é o que não falta brow
Gamei numa mina que fode como eu faço flow
E se tudo que eu toco vira ouro
Me chamem de Rei Midas
Meu legado é o meu maior tesouro
Gordo nessa cypher é pique Pablo Escobar
Agora eu vou pedir silêncio pro Jhony poder rimar

[Verso 2: Jhony]
Satisfação, Jhony MC (piei)
O cara mais odiado pelo fã dos MCs
Você pode não gostar de mim
Só que eu resolvo nas linhas
Se tu for sujeito homem faz uma diss
E eu vim pra mostrar pra todos que cismam de falar de mim
Que vivem me chamando de invejoso
Mas só que me invejam por eu estar aqui
Os invejosos de verdade vamos descobrir quando ouvirem o meu som
E se estou incomodando o seu ídolo
E se ele mandar tu falar mal de mim isso é sinal que eu sou bom
E eu faço o que eu amo cuzão e nem adianta tu me criticar
Aposto que tu largaria toda sua vida pra tá aqui no meu lugar
E eu vim pesado sim e pode questionar
E se subiu pra se vender, cê não era nem pra começar
Você me ensinou fazer freestyle, desaprendeu
Tu também era um só caminho, mas tu se perdeu
Falou pra eu nunca me vender, mas você se vendeu
E disse pra nunca esquecer a família, cuzão
Mas você esqueceu (porra)

[Verso 3: Naan]
E os pede cria parte 2, eu me inspiro em Parte Um
Cês tem que parar de copiar flow e trampar pra ter um
E aí cês olha e vê, cês tem que entender
Que ser independente é saber de quem cê pode depender
Todo mundo quer saber qual a senha do wi-fi
Todo mundo quer saber se o Knust tem pai
Nesse vai-vem, nesse vem-vai
Misturo anime e putaria então meus versos são o Hentai
Hoje em dia eu gasto e não to nem aí
Te mato no cypher e te esquartejo no free
Quer desafiar? Mas não vai conseguir
Eu levei em casa, mas eu comi
Isso é clássico interplanetário
É fácil, teu rap não é páreo
Enquanto abusam das minhas ironias, vocês são hilários
Naan, te engolindo em mais um beat
E se chamar pra parte 3, eu a**umo esse hat-trick

[Verso 4: Xamã]
A mão suja, sofrida, estendida vai pedindo esmola
Viveu tudo o que podia, a vida cabe numa sacola
Pó, crack e cola, o ar sufoca
Só tem migalha pra comer, deixa um trocadin pra c**a
Pra angústia ajudar a descer, o sol da Moca
Camelô, ex-vida loka, cobrador de van que lota
Uns só "derigi", outros pilota
Mas se for um galo paga antes, no caminho os amigo troca
O sinal fechou, parou, pra ver que a vida não parou
[Lyrics from: https:/lyrics.az/mc-xama/-/the-caverna-cypher-2.html]
Será que a roupa no varal secou?
Quantos aqui se perderam e ninguém nunca mais achou
A fome bateu e o estômago berrou
Será que compensou? Trocar a pa**agem pelo maço
E ir andando pra casa com o tornozelo aos pedaço
Saudade de pa**ar nas ruas onde eu já não pa**o
Amanhã eu trabalho, 10 pras 7 é que eu nasço
Em Campo Grande, Realengo, Bangu, Sepetiba
Santa Cruz e Adjacência, Paciência e Inhoaìba
Te vejo em outra vida ou em Barra de Guaratiba
Na Praia do Oi? Acendeu já foi, cabeça ativa
A vida é filme, show, desenho, p**nô pras rata
3 por 10 meréis, a unidade é 5 prata
Filme, show, desenho, p**nô pras rata
3 por 10 meréis, a unidade é 5 prata

[Verso 5: Mozart MZ]
O que que esses comédia tão pensando pai?
Fala, para, marca, fala mais, surtei
Tudo aquilo que vem mais tarde vai
E muta consciência, paciência sem
Um tratado torcido, tratante quem fala e não tem moral pra competir
Vários desacreditaram, não paro, reparo
Que o trabalho que eu faço foi que me manteve aqui
Então soma, tira a prova, x9 se envolve na tropa
Só pra ter a**unto, revolver resolve num Punto
Basta que afasta o babaca pra terra dos pé junto
Cês são tudo irracional, numeral desse conjunto
"Rap é união mano, em prol do bem comum
MZ esses teus som são de balançar bumbum"
Faz a crítica e o drama, eu my profit, my grana
Que tua mina na minha cama me inspira a fazer mais um
n***a, welcome to the moon
No flow interplanetário, trabalho
Brow pra caralho, escangalho com teu baralho
Retalho, metralho e malho no teu cortéx frontal
Teus amigo me odeiam e tua novinha quer meu pau
Aquilo que tu não entende para mim virou normal
Com meu cérebro doente, demente
Descrente, quente, potente
Inconsequente, latente, quebrando uns dente
Acelerei de repente e te larguei pa**ando mal (porra)

[Freestyle: MZ e Xamã]
Fogo no puteiro, eu tô no Rio de Janeiro
Disseram que é verdadeiro, eu vou ligeiro
Fazendo no free
Vagabundo gosta muito, não importa se botaram
Já no funk e no boombap, eu faço hit
Ah, já tô aqui com o cigarro na orelha
Tô cortando a sobrancelha pra parecer que é da área
Não é párea, não é rara, vagabunda diz a cara
Se tentar bater de frente toma dois soco na cara
[?] vai botando na camisa
Vagabundo pisa, eu tô fazendo tipo brisa
Vai acabar tudo em pizza, no pique do senado
Vagabundo eu to mandado
Me disseram: "Pô, esse menor já ta travado"
Mas nem tá, já destravei minha levada
Tá tipo AK, vai dando a gargalhada
Eu só sei soltar de rajada
O Jhony vai batendo, eu vou fazendo a improvisada
Vem Xamã!
Puta que pariu, caralho, porra, vai tomar no cu
Puta que pariu, caralho, porra, vai tomar no cu
Puta que ca-que caralho, porra
Que ca-que caralho, porra
Que ca-que caralho, porra
Porra, vai tomar no cu
Puta que pariu, caralho, porra, vai tomar no cu
Puta que pariu, caralho, porra, vai tomar no cu
Puta que pariu, caralho, porra
Que ca-que caralho, porra
Que ca-que caralho, porra
Porra, vai tomar no cu

Correct these Lyrics